ENEM 2011 é logo ali!

Falta menos de um mês para a prova do ENEM 2011, a avaliação nacional que proporciona aos jovens a oportunidade de ingresso no ensino superior.

Marília Dalenogare

Contagem regressiva: faltam 26 dias para o ENEM (fonte:MEC)

Quando se fala nas principais pautas sobre educação não podemos deixar de fora aquela que está se aproximando cada vez mais da realidade dos estudantes, Exame Nacional do Ensino Médio, o famoso ENEM. A prova se realizará nos dias 22 e 23 de outubro para os estudantes do Brasil inteiro. Além de garantir bolsas nas universidades particulares, servir como comprovante de conclusão do ensino médio, substituir o vestibular de algumas universidades e, aliado com a nota do vestibular, o ENEM possibilita a entrada em universidades públicas no Brasil todo.

A prova do ENEM existe desde 1998 quando foi criada como uma ferramenta para avaliar a qualidade do ensino brasileiro, tanto público quanto privado. Seu objetivo primeiro era identificar as deficiências e propor melhorias, mas atualmente também é usado como uma forma de ingressar no ensino superior. Porém o ENEM não deveria servir para comparar a educação nos diferentes estados e regiões, pois não são todos os estudantes que realizam a prova, uma vez que não é obrigatória a participação.

O ENEM é composto por quatro provas objetivas e uma redação, as provas são divididas por áreas de conhecimento: Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Linguagens e Códigos e Matemática, além da parte discursiva da prova que é a redação. A forma de elaboração das provas é uma boa forma para testar seus conhecimentos porque vai além do que é visto em sala de aula. Seu perfil interdisciplinar extrapola a “decoreba” de fórmulas e verbos, testando os estudantes em relação ao contexto, aos conhecimentos gerais que esse estudante tem do seu país e do mundo, interligando esses conhecimentos com os conteúdos vistos em sala de aula. A avaliação visa exercitar o pensar, o raciocinar dos estudantes, por isso é vista como uma maratona, sendo extensa e cansativa.

Para os estudantes da Escola Sepé Tiaraju de Frederico Westphalen a prova do Enem é muito importante, já que as questões fazem parte do dia-a-dia e consideram o conhecimento dos alunos. Para o estudante Rafael Freitas, 17, “a prova vem antes do vestibular porque além de possibilitar vagas nas federais e nas particulares também vale para todo o território nacional”. Os estudantes também sentem falta de um foco maior da escola, uma preparação especial para a prova, sobre isso a coordenadora pedagógica Adriane Hoffmann diz “a escola auxilia na hora da inscrição aos alunos que não a fizeram e também procura trazer para a sala de aula provas antigas e outros materiais do Enem para estudo e discussão”.

A inscrição para a prova tem o custo de 35,00, mas ficam isentos de pagar estudantes de escola pública e aqueles que comprovarem carência. Em Frederico Westphalen as provas serão realizadas na URI.

Hoje a informação aparece de forma condensada e geralmente online para os adolescentes, onde jornais televisivos, impressos e programas de rádio tornam-se cada vez mais raros no do dia-a-dia juvenil, provas como a do Enem também servem para testar os conhecimentos dessa geração que raramente muda seu status para offline.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s