Juremir Machado é a estrela do terceiro dia da feira do livro

Autor se junta ao restante da programação da feira para completar o penúltimo dia de atividades.

Marília Dalenogare

A XXIX edição da Feira do Livro de Frederico Westphalen encerra no dia 11 de novembro, às 23 horas, em seu terceiro dia de programação. O penúltimo dia da feira contou com a participação de diversas atrações, entre elas poetas, trovadores, conversa com o escritor Juremir Machado e show com a banda Mandy, que encerrou as atividades.

Pela parte da manhã e da tarde houve apresentações de peças teatrais, conversas com escritores, bate-papo, entre outras atrações. Já para iniciar as atividades da noite houve um sarau poético musical, seguido pelo encontro e bate-papo com Juremir e show. Juremir é professor, escritor, tradutor e jornalista, às 20 horas subiu ao palco da feira para falar de seu mais novo livro “Vozes da Legalidade- Política e imaginário na era do rádio”, onde com humor e fala simples, falou sobre a política brasileira na década de 60.

Antes de sua fala, Juremir conversou com a imprensa local (fonte:Marília Dalenogare)

Juremir em entrevista com os jornalistas locais, pela sua formação, foi questionado sobre o próprio jornalismo, temas como a queda do diploma e o jornalismo no interior. Quando questionado sobre as diferenças entre a profissão no interior e na capital, e sobre o preconceito, ele diz que é a favor de quanto mais universidades pelo interior melhor, ele também afirma que todo mundo tem o direito de entrar na faculdade e ser melhorado por ela, ele diz que não deveria ser difícil entrar na universidade, mas sim sair dela, segundo o escritor, quem vai dizer quem são os melhores é o mercado de trabalho. Juremir também falou sobre o papel do jornalista atual, sobre as adequações e mudanças que ele deve enfrentar para conseguir ingressar no mercado de trabalho. Após a palestra o escritor atendeu o público tirando fotos, conversando e dando autógrafos.

Uma das atrações dessa vigésima nona feira é também a banca de livros usados da Casa Lar de Deficientes, que há 12 anos vende livros na feira. Os livros são doados pela comunidade e o lucro é revertido para a instituição. Sobre a feira e as vendas a tesoureira e voluntária da Casa Lar Gerda Schetinger, 65, fala que a organização está ótima, só poderia ter mais livrarias, e o evento é positivo por propiciar o contato com o livro, pois falam que a população não lê, mas também não incentivam a leitura. Sobre as vendas, ela disse que estão muito boas, que é a sexta feira do livro que ela participa na cidade, e das seis, esta é a que teve mais vendas.

Com o show da banda Mandy, que agradou o público em uma apresentação acústica e com repertório variado, a feira do livro teve seu penúltimo dia encerrado. Para o sábado, dia 12 de novembro, último dia da feira, está previsto solenidades, sorteio de prêmios, e a grande atração, às 20 horas, um papo cabeça com os apresentadores do Patrola: Ico e Rodaika. E para as 22 horas está programado o encerramento da feira. Para consultar a programação completa, acesse: http://www.fredericowestphalen-rs.com.br/?p=2433.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s