Oficina ‘’Fotografando os sentidos’’ multiplica técnica entre alunos e a comunidade

Acadêmicos de jornalismo e deficientes de Frederico e região aprendem e multiplicam técnica passada por Teco Barbero

Marília Dalenogare

Experiência adquirida com Teco na oficina fará com que os acadêmicos possam multiplicar a técnica (Foto: Marcielle Martins Defaveri)

Para comemorar o dia do jornalista, o evento ‘’Jornalismo cidadão: por um Brasil inclusivo e diferente’’ trouxe no turno da tarde, a oficina ‘’Fotografando os sentidos’’ proporcionando a todos os participantes a oportunidade de aprender técnicas de fotografia com Teco Barbero, que ensina deficientes visuais a fotografarem.

A oficina contou com técnicas elaboradas por Teco para proporcionar aos participantes a experiência de fotografar usando os outros sentidos, como tato, olfato e audição. A oficina contou com ajuda de monitores que vedaram os participantes e conduziram os mesmos a experiências sensoriais.

Acadêmica Rúbia demonstra técnica de Teco ao fotografar (Foto: Marcielle Martins Defaveri)

A acadêmica do primeiro semestre de jornalismo, Rúbia Steffans, a qual é deficiente visual, fala que as técnicas que ela aprendeu vão auxiliar no seu modo de fotografar e melhorar as suas fotos.

Após a dinâmica feita com os estudantes, a oficina contou com a presença de deficientes de Frederico e região. Os acadêmicos atuaram como multiplicadores da técnica, ajudando a comunidade a realizar as atividades e exercitar a técnica de Teco.

A oficina teve grande repercussão nas redes sociais, onde os estudantes envolvidos manifestaram suas impressões sobre a atividade. Pelo Twitter o acadêmico do sétimo semestre de jornalismo Mauricio Cattani declarou “Experiência única vivida hoje na oficina do dia do jornalista”, já a aluna do terceiro semestre do curso Joana Schumann relatou “Sensibilidade a flor da pele: aprendendo a fotografar as cegas com Teco Barbero”. Você ainda pode acompanhar os depoimentos e deixar sua mensagem no nosso perfil no Facebook.

One response to “Oficina ‘’Fotografando os sentidos’’ multiplica técnica entre alunos e a comunidade

  1. Pingback: BLITZ ACESSIBILIDADE: O Direito ao acesso | 2chamada

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s