BLITZ ACESSIBILIDADE: URI recebe todos os anos alunos com deficiência

Universidade já conta com instalações avançadas para receber deficientes, mas ainda têm melhorias para serem feitas

Josafá Lucas Rohde

O Segunda Chamada começa agora uma série de reportagens especiais sobre acessibilidade. Decidimos começar pelas Universidades, em sorteio nossa primeira instituição a receber nossa “blitz” foi a Universidade Regional Integrada, URI, campus Frederico Westphalen. A seguir nosso relato sobre a situação atual da instituição.

Valêncio Marcolin perdeu o movimento das pernas há 12 anos, atualmente cursa duas graduações e mora sozinho (Foto: Josafá Lucas Rohde)

A URI conta atualmente com mais de 3 mil alunos, em 23 cursos, além de especializações e pós graduação. Entre os universitários, três tem deficiência, dois cadeirantes e uma aluna surda. Em quase todos os vestibulares a universidade recebe pessoas com deficiência. Na última edição do Vestibular de Verão houve a inscrição de uma candidata com deficiência visual. A assessoria de imprensa da universidade relata que a mesma recebeu um atendimento especializado, com acompanhamento durante toda a prova de uma professora com capacitação em Atendimento Educacional Especializado (AEE), auxiliada pela equipe do curso de Psicologia. Ainda segundo a assessoria, o procedimento é padrão, já que o direito é garantido por lei.

Um dos alunos com deficiência é Valêncio Marcolin, 33, ele sofreu um acidente e teve uma lesão medular traumática, perdendo movimento das pernas, além de apresentar limitação no movimento de uma das mãos. Marcolin cursa o primeiro semestre de Ciência da Computação e faz estágio no departamento de comunicação da universidade, como web designer. Ele conta que nunca teve dificuldades em sala de aula “pois minha limitação é física e não intelectual, desta forma não há problemas em realizar trabalhos e me relacionar com a turma”. Valêncio também cursa Administração na Universidade Norte do Paraná, Unopar, atualmente está no 7º semestre do curso. “Consigo conciliar as duas graduações pois uma é em EAD (Ensino à distância) e tenho aula presencial uma vez por semana. Gosto das duas áreas que estudo, e pretendo conciliar ambas”, explica.

Marcolin declarou que não encontra dificuldades de locomoção na URI, “tendo em vista que a universidade foi se adaptando, hoje há rampas de acesso para chegar a praticamente todos os locais”. Em sua sala, o calouro de Ciências da Computação tem um computador adaptado para trabalhar. O estagiário, além de trabalhar 6 horas por dia, mora sozinho. “Consigo fazer praticamente tudo sozinho no meu dia a dia, sou independente”.

A URI possui em seu Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), um item dedicado às políticas de Educação Inclusiva. A universidade dispõe de cursos de Libras; Especialização em Deficiências Múltiplas, através do curso de Pedagogia; também provê apoio e capacitação dos docentes dos cursos que tem alunos com deficiência e conta com intérprete contratada pela Universidade, responsável pelo gerenciamento das questões relacionadas à acessibilidade.

A professora de libras nos cursos de pedagogia, letras e contábeis, Vanice Hermel, relata que “o objetivo da disciplina nos cursos de licenciatura é preparar o futuro professor para saber como agir quando receber um aluno surdo”. Ela explica que “no curso de contábeis o objetivo das aulas é fazer com que os estudantes tenham noções básicas de comunicação com alguém com deficiência auditiva, tendo em vista que temos uma aluna surda neste curso”. Verenice também explica que a ideia é expandir o curso de libras para outras graduações e alcançar mais graduandos.

Fomos analisar a universidade, dessa forma caminhamos por toda sua extensão, há banheiros adaptados, rampas de acesso nos prédios, rampas especiais dentro do Salão de Atos, classes adaptadas, vagas no estacionamento do campus, entre outros. A assessoria de imprensa informou que está em fase de estudo, também, a instalação de um elevador no Prédio 8, onde funciona o Salão de Atos e os cursos de mestrado, onde o acesso é limitado atualmente. Com toda análise feita, a URI está aprovada na Blitz da acessibilidade do Segunda Chamada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s