Colação de Grau na UFSM muda: A solenidade é um ato formal

Normativa 01/2012 causa descontentamento entre os alunos

Aline Martins

Para os estudantes a formatura é uma grande festividade, porém a resolução vem para fazer valer o ato solene, formal (Foto: banco de imagens)

Um dos assuntos que vem gerando debate nos corredores da Universidade Federal de Santa Maria Campus de Frederico Westphalen é a Instrução Normativa 01/2012, elaborada pela Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) em 02 de abril de 2012 que regulamenta as solenidades de formatura da UFSM.

Na normativa, ações comumente vistas nas cerimônias de formaturas são barradas, como a homenagem aos pais, por exemplo, o uso de materiais audiovisuais durante a solenidade e até mesmo pausa para fotos.  No artigo 5º da normativa está “A cerimônia de formatura é um ato oficial e será efetivada em caráter solene, mediante ato público, quando será conferida ao formando a titulação acadêmica a que faz jus”. Ou seja, a regulamentação de formatura vem para fazer valer o que é considerado um ato solene, formal.

Entre as restrições, homenagem aos pais é a que gera mais polêmica (Foto: ALINE RECHMANN)

E ainda o parágrafo 11 da normativa define que “As solenidades de formatura, definidas no Art. 5º, deverão ser protocolarmente consistentes e de acordo com o cerimonial exigido para o evento, sendo que por respeito à Instituição, às autoridades envolvidas, aos formandos e à Comunidade, o ato deverá se revestir de simplicidade e civismo”.

Em entrevista ao jornal Diário de Santa Maria a formanda de Desenho Industrial- Projeto de Produto Carolina Benetti, 26 anos, demonstra sua tristeza em relação a normativa da PROGRAD “Está todo mundo revoltado com isso. Sempre pensamos em homenagear os pais e, agora, somos impedidos de fazer isso” diz.

Formandos que já estavam com o pacote de formatura fechado reclamam das restrições
(Foto: banco de imagens)

O representante da Associação de formandos da 3ª turma de Agronomia do Campus da UFSM em Frederico Westphalen, Geomar Mateus Corassa, em entrevista a Agência Experimental de Notícias Da Hora demonstra sua insatisfação “é o teu momento de formatura, cinco anos aqui batalhando pra chegar no momento e você não poder fazer nada, tem que ser um negócio simples, um tanto rústico até […] no momento de comemorar, de demonstrar tua alegria tu fica limitado ao protocolo.”

Em meio a tantas críticas às novas regulamentações que normatizam as solenidades de formatura o Pró- reitor de Graduação da UFSM, Orlando Fonseca, salienta que esta só vem para fazer valer o que está na Resolução “A normativa só tem um objetivo: detalhar o que a Resolução 001/2011 já definiu como formatura solene, e quais as formalidades que devem ocorrer na sua realização (Art. 11). Desde que foram inseridos elementos estranhos ao evento acadêmico que deve ser o ato solene da formatura que vários dirigentes da UFSM vêm demonstrando descontentamento com a realização de tais eventos. Basta olhar o que está regulamentado pela Resolução 001/2011 para ver que certos atos não fazem parte da cerimônia. Quanto ao fato de que as turmas já têm contratos firmados, é importante observar que a referida Resolução revogou as anteriores, nas quais já constava quais formalidades devem fazer parte do ato solene, ou seja, qualquer acréscimo sequer deveria ser inserido no evento”.

Para o advogado Fabiano Bertoldo compete a cada instituição elaborar suas normativas “como compete a cada instituição elaborar seus regimentos, e, em que pese contrariar os formandos e achar tal medida um atentado a felicidade que a formatura proporciona, as normas estabelecidas pela universidade relacionadas à colação de grau são cobertas de legalidade”.

Se pararmos para refletir sobre todas as ações feitas até agora nas cerimônias de formaturas isso tudo vai contra o que caracteriza um ato público formal. O que podemos analisar é que em uma época em que tudo, ou quase tudo, está sendo modernizado, adaptado ao meio ou ajustado aos gostos, um ato solene ao ser efetivado como realmente deve ser é alvo de críticas, pois isso é visto principalmente, pelos formandos próximos, como uma desvalorização da festa tanto esperada por todos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s